3 de abr de 2013

"Provável" série: Arrumando o Brasileirão

Salve galera! O post de hoje vai ter um texto grande, mas quem gosta de camisas de futebol e não gosta de outdoors nas camisas de futebol eu recomendo ler até o fim.

Como eu havia anunciado semana passada, iria iniciar uma nova série neste humilde blog que se chama "Arrumando o Brasileirão". Essa série visa propor uma melhor organização dos patrocinadores estampados nas camisas dos clubes de forma que os uniformes fiquem mais limpos, sem que os clubes percam o faturamento das empresas patrocinadoras. Para tanto, os clubes deveriam seguir as seguintes regras:
1 – Patrocinador Master:
            1.1 – É o que deve investir mais dinheiro, consequentemente, o que merece maior exposição. Terá a sua marca estampada na frente, na altura do abdômen e logo abaixo do número nas costas (esta última opcional). O único patrocinador que terá seu logo estampado mais de uma vez na camisa.
            1.2 – As cores do logo do patrocinador devem ser pré-estipuladas no contrato com o clube. Tais cores não devem ferir o estatuto do respectivo clube, tal qual não devem destoar excessivamente das cores do uniforme.
2 – Patrocinadores secundários:
            2.1 – Não há um limite desse tipo de patrocínio nos uniformes. Porém, só devem ser estampados uma vez nas camisas, não importando a posição. Devem seguir as mesmas regras prescritas no artigo 1.2.
3 – Patch
            3.1 – Todos os uniformes dos clubes participantes do Campeonato Brasileiro devem estampar em seu uniforme um patch contendo o logo do torneio, o naming rights do patrocinador da competição, além da identificação da divisão da mesma (Ex.: Série A, Série B, etc.).
            3.2 – O patch deve se posicionar na parte de cima da manga direita, sem nenhuma obstrução ou deslocamento do mesmo.
            3.3 – Em nenhum caso haverá adaptação das cores do patch a determinados clubes.
3 – Tipografia:
            3.1 – A tipografia usada em todos os uniformes será a mesma pré-desenvolvida pela organizadora do torneio.
            3.2 – Todos os clubes deverão ter em seu uniforme número e nome logo acima do número de cada jogador, com tamanhos pré definidos.
            3.3 – O espaço entre a gola e a cintura da parte de trás da camisa deverá ter seu espaço reservado para a tipografia oficial, não sendo permitida nenhuma obstrução ou adição de patrocinadores nessa área.
4 – Uniforme:
            4.1 – A arte nos uniformes é livre, desde que não infrinjam as normas citadas acima.
            4.2 – Caso o clube queira usar algum uniforme especial ou comemorativo em um jogo válido pelo Campeonato Brasileiro, o mesmo deve sofrer as devidas adaptações citadas acima.

Como todo mundo sabe (ou quase) que eu sou torcedor do Botafogo (e como eu já tinha os moldes do uniforme) resolvi estrear essa série mostrando como ficaria o uniforme do Glorioso obedecendo as regras citadas acima. 


Pois bem, a ideia seria fazer os desenhos de todos os clubes da Série A 2013 com as adaptações. Mas muito provavelmente não vou ter muito tempo para fazer todos, então eu irei fazer o seguinte: Farei os desenhos pouco a pouco. Quando eu conseguir terminar todos os vinte clubes (farei apenas a home) colocarei em uma única postagem todos os mockups. Pois bem, comentem o que acharam da ideia e sugiram mudanças também!

Nenhum comentário:

Postar um comentário